Clínica de Cirurgia Plástica Bioforma

ESCLARECIMENTOS SOBRE PRÓTESE DE MAMAS

A prótese do tipo PIP (Poly Implant Prothese) é Perigosa?

Sim. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBPC) recomenda que as pacientes que colocaram prótese de silicone da marca francesa Poly Implant Prothese façam acompanhamento médico de dois em dois anos. O comum para quem tem próteses de mama é de oito ou 10 anos.

O alerta é reforçado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “As pacientes devem procurar seus médicos para realizar os exames necessários e fazer uma avaliação clínica”, afirma o órgão. “Os profissionais de saúde devem contatar suas pacientes para definirem a melhor conduta a ser adotada”, completa.

A ligação entre o uso das próteses e o aparecimento de câncer em oito mulheres está sendo estudada, mas não foi definida nenhuma relação de causa e efeito. “Um comitê multidisciplinar francês estudou os casos de câncer em mulheres com o silicone PIP e não encontrou provas de relação entre as duas”, afirma Aboudib Presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

 

As próteses podem causar câncer de mamas?

As próteses de gel coeso de silicone, utilizadas atualmente, não têm relação com câncer mamário e não causam nenhum tipo de reação prejudicial à saúde. Elas também não impossibilitam a detecção de tumores mamários e realização de exames como mamografia, ultrassom, etc...
Ao contrário, estudos americanos comprovam que as mulheres que possuem implantes mamários “ se palpam” e portanto realizam auto exame mamário com 10 vezes mais freqüência que as mulheres que não têm prótese. Portanto, elas são capazes de detectar um tumor muito mais precocemente, e como o prognostico do câncer de mamas esta diretamente relacionado com a precocidade de sua detecção, essas pacientes tem melhor prognostico no tratamento de um possível câncer mamário.

 

Elas interferem na lactação? Como ficarão minhas mamas após a gravidez e a amamentação?

Os implantes mamários não interferem no aleitamento, pois a prótese é colocada abaixo do tecido glandular mamário.  Durante a gravidez, as mamas crescem devido ao aumento do calibre dos ductos lactíferos para preparar o tecido mamário para a lactação. Apo a lactação esse tecido volta ao seu tamanho normal ou até mesmo atrofia e muitas vezes a pele, que foi “ esticada”, não retorna ao seu local original, causando flacidez e queda das mamas.
Essa queda é maior, quanto maiores forem as mamas. Esse é mais um motivo para que as pacientes jovens e que ainda desejam engravidar não coloquem tamanhos exagerados de implantes.
Se as próteses colocadas forem de tamanho moderado, poderemos troca-las por um ou dois tamanhos acima e como isso “ esticar” essa pele, sem necessidade de remoção do excesso que leva a cicatrizes extensas, em forma de “ T “ e muitas vezes inestéticas.

 

Quanto tempo depois devo trocá-las?

Antigamente, se dizia que deveria ser trocada a cada 10 anos, porém as mais modernas e sofisticadas de gel coesivo têm longevidade muito maior e só devem ser trocadas se houver alguma intercorrência. Após 10 anos é aconselhável acompanhamento anual com mamografia e ultrassom.

 


 Qual o tamanho certo para cada caso?

Talvez a dúvida mais freqüente, tanto do paciente quanto do médico seja qual o tamanho e forma ideais de prótese que devo colocar ?Esse realmente é o ponto mais delicado da cirurgia. 
Primeiramente, deve-se ter uma conversa com seu cirurgião, que deverá tirar todas as suas dúvidas, avaliará seu perfil físico, psicológico, padrão de cicatrização e principalmente a proporcionalidade de suas formas. Ele também realizará várias fotos pré-operatórias e lhe mostrará diversos resultados antes/depois para melhor orientá-la nessa difícil escolha.
Por fim, deve-se respeitar o desejo da paciente, ou seja, a decisão deve ser de certa forma democrática, porém com limitações, tentando sempre evitar exageros.
“Um bom tamanho é aquele que se harmoniza com a silhueta e o contorno corporal e ninguém é capaz de dizer que se trata de prótese. Existe uma linha muito tênue, entre o exagero estético e a artificialidade”.
O volume das próteses é medido em centímetros cúbicos (cc) comumente chamados de mililitros (ml).
Existe uma variação enorme de tamanho de próteses que vai desde 60cc até 500cc.
Os tamanhos geralmente progridem de 30 em 30cc e os mais utilizados estão entre 200cc e 300cc.

 

 Há perigo nesta operação? 

Raramente essa cirurgia sofre complicações sérias, porem todo ato cirúrgico tem risco.
O que fazemos é minimizar ao máximo esses riscos, utilizando um bom hospital para a realização do ato cirúrgico, uma equipe médica competente e séria e uma boa análise pré-operatória.
Porém, mesmo com todos esses cuidados existe o risco cirúrgico que estatisticamente é muito menor que a que viajar de avião, ser assaltado, sofrer um grave acidente de carro ou ate mesmo atravessar uma avenida e ser atropelado.

 

O pós-operatório desta cirúrgica é doloroso?

Geralmente não, desde que você obedeça às instruções médicas e tome os medicamentos prescritos, porem, o limiar de dor varia muito de paciente para paciente, ou seja, temos paciente que referem não ter usado mais que algumas gotas de dipirona nos primeiros dois dias, enquanto outras referem dor mais intensa nos primeiros cinco dias, necessitando de analgésicos mais potentes. De modo geral, pode ocorrer manifestação dolorosa, mas que facilmente cederá com os analgésicos receitados.

Em quanto tempo atingirei o resultado definitivo?As mamas não ficarão caídas após algum tempo?

A grande vantagem dessa cirurgia é justamente você já poder notar o resultado imediatamente, porem somente no período tardio é que as mamas atingirão sua forma definitiva ( após cerca de 6 meses).
As próteses devem ser colocadas um pouco acima da posição ideal para compensar a ação da gravidade, pois as mesmas têm a tendência de cair com o passar do tempo, principalmente nos seis primeiros meses.

Portanto, se as colocarmos na posição ideal, após 3 a 6 meses essas estarão um pouco caídas. Essa queda é maior, quanto maiores forem as próteses e quanto mais flácido seja o tecido da paciente.
O cirurgião deve então analisar esses aspectos e explicar a paciente que haverá essa hiper correção e que ela sentirá que a prótese ficou um pouco mais alta no primeiro mês.
Dessa forma, quando o tecido ceder elas cairão para posição ideal. Isso ocorre em torno de 3 a 6 meses.

 

Cirurgia Plástica em Blumenau

Clínica BioForma de Cirurgia Plástica

Agende uma Consulta 47-3035-7475

Fale Com o Doutor
Nome:
Seu e-mail:
Telefone:
Cidade:
Assunto:
Descrição:

Siga a Clínica Bioforma
Facebook Clinica BioformaFacebook Twitter Clínica de Cirurgia Plástica Bioforma TwitterOrkut Clínica de Cirurgia Plástica Bioforma Orkut Blog Clínica de Cirurgia Plástica Bioforma Blog 
Clinica Bioforma Clinica Bioforma - Centro Clínico Santa Catarina - Rua Dr. Armando Odebrecht, 70 - Blumenau-SC
Fone: (47) 3035-7475
Política de Privacidade -Termos de Uso